CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO – PARTE 2

Na primeira parte conversamos sobre como a universidade pelo seu próprio contexto e objetivos não nos prepara para a vida “real”. Você pode ler o primeiro texto AQUI

Hoje, minha proposta é que a gente reflita sobre a importância de um bibliotecário ser curioso e estudioso.

Certamente alguém já te perguntou se você como bibliotecário, leu todos os livros da biblioteca né? A ideia de grande leitor e conhecedor das obras, ronda nossa vida profissional.

Edson Nery da Fonseca afirma que “o bibliotecário deve ser uma pessoa culta, como foram os bibliotecários da antiguidade”, e sendo assim, além da formação básica técnica , também espera-se que o bibliotecário tenha uma boa cultura geral e seja um leitor.

Qual motivo de isso ser relevante? Estamos em constante construção do nosso conhecimento, e a tecnologia e nossas alternativas de compartilhamento da informação, atingem a nossa dinâmica de trabalho em cheio.

Acredito que além de ser um leitor, o que pode parecer que ficamos lendo romances o dia inteiro, o bibliotecário deve ser um CURIOSO DO CONHECIMENTO. Não espero saber tudo, mas me coloco na posição de ser uma curiosa sobre tudo e ter a possibilidade de aprender o que for necessário para minha atuação, para ajudar um usuário ou para realizar algum projeto pessoal.

Somos seres humanos maravilhosamente absorventes, inteligência existe é claro, porém não está relacionada apenas a saber fazer contas ou decorar fórmulas.

📌Qual a sua maior facilidade intelectual em ser bibliotecário? E a maior dificuldade?

Eu gosto de atender o público, então tenho facilidade nessa questão interpessoal.
Tenho dificuldade em fazer trabalho repetitivos como preencher planilhas ou seguir códigos.

No próximo texto dessa série vamos conversar sobre nossos vários tipos de inteligência!

Até lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima
Rolar para cima